Deus e o princípio feminino na espiritualidade

O que é deus?

Alguma vez na vida você já se perguntou sobre deus? Eu já me questionei inúmeras vezes e também já conversei com amigos, alunos e professores sobre o assunto. E convenhamos, são questões que fazem a gente suspirar e até hesitar em responder. Não possuímos um conceito concreto do que é deus e às vezes pode ser complicado verbalizar seu significado.

Para mim, a vida não é um acaso da natureza. Não creio que estamos aqui à toa, vivendo dramas humanos em um fragmento rochoso no meio do espaço, flutuando à deriva em um universo caótico desprovido de sentido. Há um propósito superior.

Quando conseguimos perceber a perfeição das coisas, como a natureza é caprichosa em suas criações e como a complexidade da vida é algo intrigante, muitas vezes buscamos aconchego nos estudos espirituais e passamos a ter vários questionamentos metafísicos. De onde viemos, para onde vamos? Qual o porquê da existência? O que é deus?

Deus é uma palavra que simboliza a força cósmica que está muito além da compreensão humana. Onipresente, onisciente e onipotente, deus é indefinível e assume diferentes formatos de acordo com a interpretação de cada um, ou seja, é também subjetivo. Deus é interpretado, vivenciado e experienciado de diferentes maneiras.

Não me identifico com a institucionalização de deus e nem com imposições religiosas. O divino pode ser imaginado em tantas formas quanto há pessoas na terra. Devemos ser livres para imaginar (ou não!) o divino como quisermos e preferirmos. Nesse sentido, deus é multifacetado e ninguém tem o direito de nos doutrinar a acreditar em certo conceito específico sobre o que é sagrado. A existência e manifestação de deus independem de crença; deus simplesmente é e está em tudo. É energia pura, conexão, é Amor incondicional.

Estamos passando por uma conturbada mudança de Era. Nessa transição, acontecem transformações na consciência coletiva e também elevações vibracionais no planeta e, consequentemente, nos seres humanos. Conforme explicado brevemente em Introdução ao Sagrado Feminino, há uma perceptível necessidade de resgatarmos o princípio feminino da criação, para que possamos equilibrar as polaridades que estão descompensadas e construir relações mais saudáveis com nós mesmos e com a natureza.

Trazendo de volta as Divindades Femininas

Aparentemente, na maioria das religiões tradicionais, a deidade suprema ou única é do gênero masculino. As imagens das deusas foram omitidas ao longo do tempo, anulando os traços da participação feminina na mitologia e religião. Estudiosos afirmam que isso tem a ver com o fenômeno de opressão ao feminino, que aconteceu nos últimos milhares de anos.

Estamos redescobrindo que, em inúmeras tradições antigas, povos de todo o globo adoravam deidades femininas. Só para dar uma ideia, compilei alguns exemplos de entidades femininas em variadas culturas e mitologias do passado:

Maia: Ix Chel – deusa Mãe.

ix chel
Ix Chel

Asteca: Coatlicue – deusa Mãe da vida e da morte.

Inca: Pachamama – Mãe Terra.

pachamama
Pachamama

Indígenas norte-americanas: Kokyang Wuhti – a Mulher Aranha (sim!), criadora do Universo.

Afro-brasileira: Iemanjá, Iansã, Oxum, Nanã – Orixás femininos.

iansa-e-iemaja.png
Iansã e Iemanjá

Grega: Gaia – deusa Mãe, Venus, Atenas, Artemis, Afrodite, Diana. Muitos deuses e deusas também!

mae terra
Mama Gaia

Egípcia: Nut – deusa do céus. Além de Ísis, Bastet e Sekhmet.

bastet
Bastet

Hebraica: Lilith – primeira mulher de Adão. Não se conformou com a submissão ao homem e foi expulsa do paraíso.

lilith
Lilith

Arábica: Al-Lat – principio feminino do divino no islã.

Celta: Cerridwen – deusa da transmutação, inteligência, conhecimento e criatividade.

Hindu: Shakti – a Grande Deusa, Maha Devi, que manifesta-se em diversas faces, como Parvati, Sarasvati, Lakshmi, Kali e Durga.

manifestações de shakti
Manifestações de Shakti

Ter arquétipos femininos em diversas mitologias é simplesmente lindo! Arquétipos são maneiras divertidas de entender nossa própria psique e nós, mulheres, também precisamos desses arquétipos, pois eles nos inspiram e empoderam.

Em nossa cultura ocidental há muitas referências masculinas de super-heróis e deuses, todos gloriosos e reverenciados, enquanto os arquétipos femininos recebem pouco ou nenhum destaque. Entretanto, há diversas evidências arqueológicas de que durante muito tempo a mulher foi venerada pelo mundo inteiro, em diversos aspectos, com figuras femininas fortes e poderosas, reconhecidas por sua importância e expressão do Sagrado. Hoje mais do que nunca precisamos de deusas de sabedoria, verdade, justiça, criatividade e outros arquétipos para nos espelharmos.

deusa
Representação da deusa

Não importa se as entidades adoradas são reais ou não. São mistérios que representam ou refletem aspectos da nossa psique ou padrões do comportamento humano, compostos por elementos que existem em nós. O estudo destes arquétipos pode nos ajudar no entendimento de nós mesmos e na busca de nosso propósito como espécie.

O predomínio do princípio masculino gera desequilíbrio e caos, basicamente o que vemos no mundo hoje. Precisamos resgatar o reino do divino e trazer de volta o princípio feminino, que está em falta na nossa civilização.

Deusas e deuses existem em múltiplas facetas e concepções. Como você imagina o Divino, é uma opção sua. Se prefere não imaginar, tudo bem também. Que tenhamos liberdade para venerarmos a divindade que esteja em harmonia com nossos corações. E quem não quer venerar nada, também não é obrigatório. Cada um é dono de si e responsável pelas suas escolhas. Pratique o bem, corra pelo certo, cultive virtudes e assim já estará manifestando o divino em sua própria forma humana.

Que todos sejam felizes, saudáveis e alcancem seus objetivos em harmonia com a natureza.

Jai Ma!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s